13 jan

Pokémon Go e o mercado imobiliário

pokemongo2 (1)

Desde que foi lançado, Pokémon Go para smartphones se tornou uma febre. Hoje, estima-se que cerca de 30 milhões de pessoas em todo o mundo se aventurem tentando capturar os bichinhos no mundo real.

Diante do sucesso do game, empresas têm criado ações de marketing envolvendo o aplicativo para conquistar seus clientes. No mercado imobiliário não é diferente: no Brasil, o VivaReal, plataforma digital de pesquisa de imóveis, foi uma das primeiras companhias a integrar sua busca ao jogo.

A empresa incluiu em seu aplicativo de anúncios imobiliários uma “camada Pokémon”. Agora, além de pesquisar por transporte coletivo, supermercados e escolas nas proximidades, os usuários também podem verificar se perto do imóvel de interesse há ginásios (onde os jogadores batalham com outros gamers) e Pokéstops, nas quais é possível coletar itens que serão úteis durante o jogo.

A diretora de marketing do VivaReal, afirma que a tendência de cruzar interesses reais e virtuais, observada em diversas partes do mundo, pode representar uma mudança comportamental na forma como as pessoas se relacionam com a localização na hora de comprar o imóvel. No país, o posicionamento é um dos fatores mais importantes para o público ao fechar negócio, perdendo somente para o preço. Pesquisas feitas pela empresa indicam que metade das pessoas que buscam imóveis o faz via mobile. Além disso, anúncios com endereço completo geram 83% a mais de contatos.

Embora a proximidade com uma Pokéstop não vá aumentar o valor de mercado do imóvel ou fazer com que ele seja vendido mais rápido, a interação com o jogo possibilita um melhor posicionamento no mercado, além de atrair atenção para o anúncio.

Fonte

Share This:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>