27 jan

Como escolher o melhor apartamento

h

Janeiro é o mês mais movimentado das imobiliárias. Muita gente vem para Curitiba para começar uma faculdade, um novo emprego, vida nova. E aí você se depara com muitas opções e é preciso estabelecer critérios para peneirar melhor essa escolha e facilitar a vida, A escolha de um imóvel precisa ser bem pensada para não gerar frustrações e nem dor de cabeça futuramente.

1.Qual a sua real necessidade?

Parece algo bem óbvio, mas nem sempre está esclarecido. Vai morar sozinho, com a família? Quantas pessoas vão morar com você? É um lar temporário? Numa cidade grande como Curitiba, localização e tamanho do imóvel são dois fatores que não andam juntos. A preferência por um critério ou outro vai depender da sua necessidade, o equilíbrio entre os dois também.

2. Vizinhança

Morar numa rua movimentada pode tirar um pouco do sossego se você for mais caseiro. E ter a farmácia, a quitanda e o supermercado a poucas quadras vai facilitar a rotina de quem é estudante, ou de quem é acostumado a fazer tudo a pé. O melhor é visitar a vizinhança antes e sentir o clima entre os moradores.

3. Posição e luminosidade

Todo mundo quer um apartamento bem iluminado naturalmente. Até porque tem lá suas vantagens: economia de energia, o imóvel fica mais arejado, a umidade diminui e até a sensação térmica pode ficar mais agradável. Um imóvel face norte garante iluminação o dia todo, manhã e tarde. Já um face leste tem o sol da manhã e fica mais fresco durante o período da tarde. E os virados para o oeste são iluminados pelo sol tarde – ficam mais aquecidos naturalmente. Sacadas e grandes janelas deixam tudo mais iluminado. Às vezes, uma edificação bem na frente da janela pode impedir a chegada da luz. Uma visita ao local em horários alternados, manhã e tarde, vai te dar mais certeza quanto a iluminação.

Gamaro-5-vantagens-de-comprar-um-apartamento-novo-para-a-família

4. Ventilação

Nos apartamentos novos que estão no mercado, é muito corriqueiro ver os banheiros com ventilação forçada, quando não há janela. A preferência é sempre pela ventilação natural, que evita umidade e mofo. A mesma dica vale para as cozinhas, que precisam ser bem arejadas para liberar o cheiro do cozimento dos alimentos.

Fonte

Share This:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>